quarta-feira, 30 de março de 2011

Quanto vale um blog? (segunda parte)

Depois que pesquisei alguns sites e notícias sobre o blog da Bethânia naquele fatídico dia que de tão grande, quase ouve-se o boom de notícias sobre o assunto, achei algumas pessoas defendendo a cantora.

Argumentos bem colocados, oportunos e plausíveis, principalmente os que Caetano Veloso colocou no Observatório da Imprensa. Mais principalmente ainda os que ele escreve sobre a imprensa tendencio-maliciosa que temos no Brasil. É interessante depois do calor do momento vermos o outro lado da moeda, aquele mais paciente que espera a poeira baixar pra falar algo em uma melhor ambiência.

Eu quis tentar colocar uma visão no meu post anterior focando nem tanto o valor liberado para captação do blog dela, mas do que se pode fazer mesmo sem tamanho recurso se você quiser dispor das ferramentas que a www te dispõe, já que o X da questão foi o "blog". Mesmo assim, agumas pessoas com as quais tive oportunidade de ter um retorno sobre o que escrevi demonstraram não ter captado e desceram novamente o sarrafo indiscrimidamente na MB. Repliquei? Não! Deixa a pessoa ter a visão dela, o bom de escrever é poder suscitar discussões, as concepções e conclusões das pessoas que leem fogem ao escritor.


PORRA ANDRÉ, criticou antes e agora arregou?????????????

Não! Mantenho minha mesma opinião de que se qualquer artista tiver vontade de fazer qualquer coisa com as ferramentas gratuitas na internet ele pode; e que algum dinheiro que rola ou deixa de rolar por ai poderia ser melhor empregado (se bem que antes dos artistas, nesse ponto, temos muitos políticos para criticar). Mas talvez algumas coisas que tentei falar que não ficaram claras possam ficar com o que Caetano fala aqui, pra gente entender que nem sempre onde está o olho do furacão é o X realmente da questão.

E quanto ao Caetano se tiver oportunidade de ler um dia o que escrevi, assim como todos os que se solidarizaram com Maria Bethânia... não fiquem chateados conosco, internautas escritores ou que se metem a sê-lo. A gente faz parte de um Brasilzão que nos deixa já tão chateados com tantas coisas, tantas notícias, tanta corrupção, tantos tantos... que qualquer coisa nos faz reagir de maneira muito a flor da pele. A vida é curta e temos pressa, estamos cansados...

E quanto a caixinha de leite do post anterior? Ahh, vai dizer que não ficou legal! =P

2 comentários: