quinta-feira, 19 de maio de 2011

Um novo dia fica para trás...

Hoje, dirigindo por um percusso que não é de costume no meu dia nem no horário que o fiz, reparei no retrovisor do carro um cenário único para aquele dia, um crepúsculo que facilmente poderia ser confundido com um amanhecer, uma dessas cenas de "raiar de sol" que anuncia um dia maravilhoso cheio de coisas boas em um filme leve e gostoso de comédis romântica ou de lições de vida que vemos nos cinemas. Diante de mim havia um céu azul-cor-de-chumbo querendo ficar nublado e carros já com faróis de neblina acesos. Ficando para trás ficava esse que era o final de um dia que parecia um novo dia disputando seu espaço no céu. Como de praxe, pensei em tirar uma foto, peguei o celular e lembrei do blog, tirei a foto e ficou perfeita! Ótimo, quando chegar em casa escrevo.

Chegando em casa os caminhos entre o botão de ligar o notebook e o blogger para fazer uma nova postagem passavam pelas notícias de greve dos professores do município aqui em Fortaleza, pelo email pra ver se tinha algo importante ou urgente, recados no facebook e orkut, passar pra ver as estatísticas do http://guardasdafronteira3anos.blogspot.com/ (ACESSEM =D) e até noticias na UOL de que Antônio Banderas irá fazer uma paella no mais você... Enfim, um desses caminhos também foi abrir meu msn e sem querer abrir um grupo de contatos denomidado "alunos". Vi então um aluno muito bom que tive em 2008 no projeto Promédio da prefeitura de Fortaleza. Notei as feições agora de um rapaz, vi que aquele menino pré-adolescente tinha crescido. Lembrei logo de outro com quem conversei há uns meses que já tinha no msn uma foto junto a namorada, ja tava bastante crescido também. Imagino que vozes grossas já tenham substituído o timbre juvenil desses garotos. É! Crianças crescem né?! Tudo isso me veio a mente: a imagem, as lembranças de ex-alunos e o título desse post que pensei ainda no carro quando tirei a foto. Como pode um "novo dia" ficando para trás??? Acho que é um pouco esse lance de separação, de plantar e deixar a semente germinar e seguir seus caminhos, você poda até onde dá mas depois, quando árvores, ninguém controla mais.. o lance é esperar os frutos.

Esses momentos de separação só me fizeram confirmar o nome que eu queria dar a esse post e a motivação para escrevê-lo, já que há um bom tempo não escrevo nada por aqui querendo achar a coisa certa pra escrever. Novos dias, novas vidas ficam para trás por você não ter mais como acompanhar. Mas assim como o sol que deixa o dia por aqui logo vai estar aparecendo no Japão com um novo, mesmo ficando para trás pra quem olha do retrovisor de um carro, as separações são os novos dias para quem um dia você deu o máximo de você possa ter vários e vários novos dias e horizontes.

E são a meus/minhas ex-alunos/alunas que dedico esse post, como uma forma de mostrar que nenhum perdeu seu lugar em minha memória (mesmo que as vezes não consiga lembrar um nome) e principalmente em meu coração.

Desejo "um novo dia para vocês" !!!
Grande Abraço